Pedalando pelas Fábulas

R$ 34,00
ou 3 x R$ 11,33
. Comprar  
Autora: Dad Squarisi
Ilustrador: Hugo Ribeiro de Almeida

 
Há muitos e muitos anos, os bichos falavam. Lobos, cordeiros, leões, girafas, raposas, galinhas, ratos conversavam como nós. Como nós, eram sabidos pra chuchu. Como nós, também, alguns eram bons. Outros eram maus. Muitos eram mais ou menos.
O bate-papo deles era tão interessante que virou historinhas. São as fábulas. No enredo, só os animais têm vez. Eles viajam, estudam, trabalham, riem, choram, cuidam dos filhos, fazem negócios, passam os outros pra trás. Enfim, são bichos que parecem gente. 

 
ISBN: 978-85-7671-176-6
Nº de página: 32
Formato: 14,8x21 cm
Idade: 8 a 10 anos
Coleção:
 
ATIVIDADES SUGERIDAS
 
Temas abordados: história oral, gêneros literários, pluralidade cultural, valores universais. 
 
  • Converse com as crianças sobre o gênero literário “fábula”, no qual as personagens são animais que representam características, personalidades, habilidades humanas em histórias que sempre deixam algum ensinamento no final.
  • Instigue um debate sobre o assunto central de cada fábula do livro, conforme a idade das crianças.  Relacione a fatos atuais vividos na sociedade brasileira ou na comunidade próxima.
  • Os assuntos centrais das fábulas se relacionam a valores universais de convivência humana que passaram de geração em geração, muitas vezes, através da história oral; organize com a turma uma pesquisa sobre as histórias orais que existem em seus núcleos familiares.
  • Apresente também os apólogos, em que as características humanas são representadas por objetos.
  • As fábulas do livro são atribuídas a Esopo e a La Fontaine – proponha a pesquisa sobre esses autores.
  • Proponha a reescrita dessas fábulas em outros gêneros literários, como história em quadrinhos ou texto jornalístico.
  • No Brasil o mais conhecido fabulista é Monteiro Lobato, autor das fábulas "A coruja e a águia", "O cavalo e o burro", "O corvo e o pavão", entre outras; proponha a pesquisa sobre o autor brasileiro.
  • Ao final de cada fábula, há uma frase que expressa um ensinamento e que leva à reflexão, como os provérbios; proponha a pesquisa sobre provérbios populares que também passam pela oralidade popular.
  • Organize pesquisas com pessoas mais velhas da família sobre fábulas conhecidas assim como provérbios conhecidos.
  • Proponha a dramatização das fábulas com técnicas variadas de teatro – em grupos – fantoches de pano, fantoches de vara, teatro de sombra.

TEXTO QUE PODE AUXILIAR SEU TRABALHO, PROFESSOR:

- MIRANDA, Cláudia. Entre cigarras e formigas. Franco Editora.
 
 
• Prazo para postagem:
Veja também