Mania de rima

Preço sob consulta
. Comprar  
Autora: Maria Elaine Cambraia
Ilustradora: Paula Kranz

 

Quem nunca teve uma mania? Pode ser qualquer uma: ficar enrolando o cabelo, piscar três vezes toda hora, entrar em casa com o pé direito todo dia... Este livro conta a história de um menino curioso, que tem uma mania diferente. Em meio a brincadeiras divertidas e amigos da escola, Guto se vê diante da mais encantadora menina. E aí? Será que ela vai aceitar Guto do jeitinho que ele é? Ou vai querer dar no pé?

 
ISBN: 978-85-7671-217-6
Nº páginas: 16
Formato: 17x25 cm
Idade: 8 a 10 anos
Coleção: 
 

ATIVIDADES SUGERIDAS

Temas abordados: temas da infância (autoimagem, autoestima, brincadeiras, escola, imaginação), amizade.

- Explique aos alunos o que é rima e antes de iniciar a leitura do livro, apresente algumas fichas para as crianças com algumas palavras ou as escreva no quadro. Peça que elas relacionem aquelas que rimam.
- Faça a leitura do poema “A casa” de Vinícius de Moraes e peça aos alunos para identificarem as palavras que rimam. Explore o poema com a turma.
- Pesquise parlendas que rimam e apresente-as aos alunos. Divida-os em pequenos grupos e peça que cada grupo apresente sua parlenda para toda a turma de forma criativa.
- Divida a turma em pequenos grupos e distribua algumas fichas contendo palavras soltas, mas que rimem umas com as outras. Peça que construam pequenas frases e/ ou versos e depois apresentem para toda a turma.
- Inicie frases e peça para que os alunos a completem, rimando.
- Guto tem uma característica singular - suas falas são feitas sempre usando rimas; converse com as crianças sobre o que pensam a respeito, onde já ouviram rimas; peça que tragam exemplos de textos (orais ou escritos) com rimas.
- Converse sobre as diferenças entre as pessoas e o que se pode aprender com isso.
- Proponha o desafio para as crianças construírem falas rimadas sobre um assunto.
- Há brincadeiras em torno de formas de falar (brincadeira da língua do P); proponha a brincadeira na turma e instigue as crianças a inventarem outras formas de se falar/conversar.
- Brinque de trava-línguas.
- Proponha o desafio de se construir textos com rimas sobre fatos históricos ou outros assuntos estudados, no momento, na turma.
- Elenque brincadeiras vividas na escola ou em casa pelas crianças. Proponha a construção de textos rimados sobre as regras das mesmas.
- Brincadeiras entre meninos e meninas da turma: do que brincam, se é possível ter brincadeiras conjuntas. Quais?.
- Ao conversar sobre as diferenças entre as crianças, discuta a questão do bullying e de valores universais, como solidariedade, respeito, cooperação, colaboração.
- Guto brincava muito na escola com seus amigos – converse com as crianças, elencando suas brincadeiras em casa ou durante os momentos fora da escola; troque experiências dessas brincadeiras entre as crianças.
- Ao elencar as brincadeiras das crianças em seus tempos fora da escola, aproveite para conversar sobre o uso de brinquedos eletrônicos em grande parte do tempo e sobre a importância de brincadeiras com o corpo para o desenvolvimento físico.
- Faça uma dinâmica interativa com a turma. Cole um papel em branco nas costas de cada aluno e peça que todos circulem pela sala ao som de uma música suave. Cada aluno deverá escrever no papel do colega uma característica positiva sobre ele.
- Explore a personagem Clara. Quando chegamos a um lugar desconhecido, como nos sentimos? O que podemos fazer para inserir alguém novo em nosso grupo? Se fosse um de nós, o que gostaríamos que alguém fizesse para nos deixar à vontade?

TEXTOS QUE PODEM AUXILIAR SEU TRABALHO, PROFESSOR:

- LOURO, Aline e FRANCO, Fernando. Quer conhecer minhas brincadeiras? Franco Editora.
- RIBEIRO, Jonas. Será o cabrito ou será o Benedito? Franco Editora.

Veja também