Chico Rei

Preço sob consulta
. Comprar  
Autor e ilustrador: André Diniz

“Chico Rei” traz um “belíssimo” capítulo da história do Brasil e resgata o personagem Galanga, o rei do Congo, que foi capturado para servir de escravo no Brasil Colônia. Um personagem que é, antes de tudo, uma lição de vida a ser aprendida ainda hoje, mais de dois séculos depois de sua existência.

 
 
ISBN: 978-85-7671-065-3
Nº páginas: 24
Formato: 14,8x21 cm
Idade: 10 a 13 anos
Coleção: 

ATIVIDADES SUGERIDAS

 

Chico Rei narra a história de Galanga, o rei do Congo que se tornou escravo na época do Brasil Colônia, que depois se tornou dono de uma mina de ouro, passando assim a usar o dinheiro que ganhou com ela para libertar outros escravos. Chamado de Chico Rei, o ex-monarca ganhou o respeito de todos os escravos de Vila Rica, em um capítulo da História do Brasil que demonstra a compaixão de uma pessoa pelo sofrimento de outras. Um personagem que é, antes de tudo, uma lição de vida a ser aprendida ainda hoje, mais de dois séculos depois de sua existência.


Temas abordados: história em quadrinhos, escravidão, história do Brasil colônia.

 

Os quadrinhos combinam texto e imagem de forma refinada, produzindo variados efeitos numa linguagem própria. Ao levar os quadrinhos para a sala de aula, o professor pode discutir com seus alunos as características de uma arte que certamente faz parte do cotidiano dos jovens, sensibilizando-os para o entendimento de diferentes formas artísticas. Falar características próprias das HQs (como o texto é elaborado, como são pensados os enquadramentos e usadas as onomatopeias) revela ao aluno como uma linguagem artística é construída. Isso sensibiliza o jovem, aumentando seu poder de imaginação para entender o mundo e até criar suas próprias obras artísticas, sejam elas desenhos, textos ou canções. Os quadrinhos podem ser de grande valia para consolidar o hábito de leitura e o prazer de ler. Nas HQs, o entrosamento entre duas linguagens, a da palavra e a do desenho, faz com que o aluno desenvolva sua capacidade de interpretação. Ao utilizar a HQ como ponto de partida para debates, o professor tem em mãos um ótimo material para refletir sobre temas de natureza histórica, literária e ética.

 

- Apresentar algumas imagens que retratem situações envolvendo o trabalho escravo (hoje e no passado) para que se conheça o que os alunos sabem sobre o assunto. Pergunte: o que essas imagens mostram? Conforme a discussão for avançando, introduzir novas questões: são trabalhadores? Em que condições trabalham? Essas imagens são de que época? Vocês já viram algo parecido? Em que situação?

- Conversar com os alunos sobre a escravidão no Brasil até o século 19.

- Sugerir uma pesquisa sobre a Lei Áurea, de 13 de maio de 1888.

- O que é ser livre?

- Propor a pesquisa sobre as formas contemporâneas de escravidão no Brasil, consultando o site: www.reporterbrasil.org.br.

- Estabelecer uma comparação entre a escravidão no passado e nos dias atuais, buscando relações sobre as precárias condições de vida e trabalho dos escravos libertos pela Lei Áurea e seu possível impacto na atual desigualdade social, entre outras perspectivas.

- Pesquisar a arte africana e ver as semelhanças entre as esculturas e os desenhos da história.

- As histórias em quadrinhos são uma linguagem rica que possibilitam contar qualquer tipo de história. Em "Chico Rei", lemos a saga de um verdadeiro herói brasileiro. Peça a cada aluno que imagine quem considera um herói e conte em uma história curta (aproximadamente 3 a 6 quadrinhos) sobre essa pessoa.

- Ainda há racismo no Brasil? Tema para debate ou redação.

- Pesquisar fotos de Ouro Preto e comparar a cidade histórica com as cidades de hoje.

- Chico Rei preocupa-se mais em salvar seus conterrâneos do que em se vingar daqueles que mataram sua mulher e filha e escravizaram a ele e ao filho. Discutir com os alunos questões como ética e justiça partindo dessa postura do personagem.

- O Brasil tem heróis? Quais seriam eles? Por quê?

- Partindo de Chico Rei, pesquisar outros negros ilustres na nossa história.

 

TEXTO QUE PODE AUXILIAR SEU TRABALHO, PROFESSOR:

- DINIZ, André. Ponha-se na rua. Franco Editora.

Veja também