A força de uma tartaruga

R$ 36,00
ou 3 x R$ 12,00
. Comprar  
Autora: Hozana Costa
Ilustradora: Meri

Que força uma tartaruga poderia ter? Será que ela é considerada forte por causa de seu casco duro? Por que uma mãe desejaria ter a força de uma tartaruga? Com uma tremenda sensibilidade, a autora consegue perceber que a força dos seres humanos, especialmente a das mães, jamais poderá ser comparada à força das mães tartarugas em um determinado momento de suas vidas.
 
ISBN: 978-85-7671-286-2
Nº páginas: 20
Formato: 17x25 cm
Idade: 8 a 10 anos
Coleção:
 


ATIVIDADES SUGERIDAS

 

Temas abordados: ciclo de vida e habitat das tartarugas; relacionamento familiar; síndrome do ninho vazio.
 

HISTÓRIA:

- Confeccione com o auxílio da família, a árvore genealógica da criança até a quarta geração (se possível).

- A partir das árvores genealógicas, as famílias ajudarão as crianças a responder um questionário sobre os relacionamentos e diferenças marcantes no cotidiano entre as épocas.

- Analise o papel da mulher na sociedade hoje (mãe, profissional e provedora do lar).

CIÊNCIAS:

- Levante hipóteses sobre que tipo de força uma tartaruga pode ter.

- Levante hipóteses sobre as características da tartaruga.

- Sugira uma pesquisa comparativa entre a tartaruga, o cágado e o jabuti.

- Pesquise e debata sobre o Projeto Tamar para compreender ações de preservação ambiental.

- Pesquise sobre o ciclo de vida e habitat das tartarugas.

- Levante hipóteses sobre os perigos que as tartarugas marinhas enfrentam.

- Elenque situações do cotidiano familiar que causam estresse, suas causas e consequências.

- Reconheça que higiene pessoal e ambiental são importantes à preservação da saúde.

LÍNGUA PORTUGUESA:

Divida a turma em dois grupos. Cada grupo receberá cartas com imagens que representem as atividades diárias de uma mãe. Cada grupo fará mímica para o grupo adversário adivinhar. Após a brincadeira, o professor deverá discutir com a turma sobre a excessiva carga de trabalho das mães.

- Peça que as crianças façam desenhos de suas atividades do dia. Cole as imagens no quadro ao lado das imagens das atividades maternas para compará-las.

- Reconte a história até a parte da discussão de Paula com os filhos e questione sobre o que poderia ter acontecido para que a mãe não ficasse chateada.

- Produção coletiva de um novo texto.

- Leitura de imagens páginas 04 ou 05.

  • Solicite que as crianças listem os objetos que aparecem na imagem completando o quadro com artigos definidos e indefinidos de acordo com o número (singular ou plural).
  • Produza um texto descritivo da cena.

- Escreva em uma lista a rotina da criança e da sua mãe em casa.

- Elenque atividades que a criança consegue fazer sozinha e atividades que depende do auxílio da mãe.

- Analise o E.C.A. (Estatuto da criança e do adolescente), reflita sobre o Trabalho Infantil e os direitos e deveres da criança e adolescente.

- Leitura de imagens das páginas 12 ou 18 para produção de texto.

- Utilize os diálogos das páginas 05,06 e 07 para dramatizar a cena de acordo com os balões utilizados nos quadrinhos como: fala, grito, sussurro etc.

- Sequencie as quatro últimas cenas que mostram o final da história.

- Após sequenciar as imagens que mostram o ciclo de vida das tartarugas que aparecem no texto, crie mais três ou quatro imagens que possam mostrar a continuidade desse ciclo.

 

TEXTOS QUE PODEM AUXILIAR SEU TRABALHO, PROFESSOR:

- MATTOS, Jacqueline de. O dia em que troquei de mãe. Franco Editora.
- BORGES, Iris. Você leva pão de queijo hoje, mamãe? Franco Editora.

• Prazo para postagem:
Veja também