Um estranho para o céu

R$ 38,00
ou 3 x R$ 12,67
. Comprar  
Autor: Alfredo Lima
Ilustrador: Walter Lara

Narrativa densa que nos transporta a um lugarejo do interior. Um tempo para troca de olhares, para conversas, para cuidados. Coisas que a vida contemporânea pouco nos permite fazer. Lembranças e nomes despertam o interesse de alguns. Diferentes gerações, identidades diversas que falam a língua das histórias, a da memória e a da literatura.

 
ISBN: 978-85-7671-284-8
Nº de páginas: 32
Formato: 18x26 cm
Idade: 8 a 10 anos
Coleção:


ATIVIDADES SUGERIDAS

Temas abordados: relações entre as pessoas, cuidado com o outro, abandono.
 
- Com a finalidade de sensibilizar os alunos para a leitura do livro, proponha uma discussão sobre o título da obra.
- Cada aluno, então, poderá sugerir suas hipóteses, ideias sobre a obra.
- Relacione as impressões dos alunos com o personagem presente na capa .
- Levante o nome de alguns personagens.
- Posteriormente discuta com os alunos a situação de crianças órfãs no Brasil.
- Discuta com os alunos a importância da família.
- O professor poderá levar informações sobre a escultura Pietà, de Michelangelo.
- Reproduza para os alunos a escultura com o objetivo de contextualizar com o livro de artes que o protagonista apresenta em uma das passagens da narrativa.
- Relacione a imagem de Pietà com os personagens da obra.
- Solicite aos alunos para produzirem um texto, apresentando a história de Dito antes de chegar à cidade descrita no livro lido:
. Onde o garoto nasceu?
. Quem seriam seus pais?
. Por que resolveu viajar?
. O que o menino buscava?
- Peça aos alunos que comentem as “manias”, o modo de agir do personagem Dito. 
- Como é a vida nas cidades do interior? Incentive pesquisas em jornais e revistas para a composição de um mural com fotos, comidas típicas, lugares históricos, pessoas ilustres, natureza etc.
- Pesquise sobre lendas e “causos” do interior. Os alunos, divididos em grupo, devem perguntar a parentes, amigos ou conhecidos que viveram ou conhecem alguma cidade do interior, sobre algum “causo” fantástico e relatá-lo, oralmente, para o professor e demais colegas. A apresentação pode ser feita em forma de peça teatral.
- Sugira aos alunos que conversem com seus familiares sobre como era a infância sem as tecnologias da atualidade, como os jogos eletrônicos, computadores e aparelhos celulares.
- Com o intuito de explorar o cruzamento dos textos verbal e não verbal, peça aos alunos que redijam uma história a partir das ilustrações criadas por Walter Lara.
- Oportunize para que os alunos conheçam a obra de  Bartolomeu Campos Queirós, que retrata sua infância no interior de Minas Gerais.
- Vídeo: Michelangelo, Pietà,  1498-1500  https://www.youtube.com/watch?v=JbWGusfynCw
 
TEXTOS QUE PODEM AUXILIAR SEU TRABALHO, PROFESSOR:
- MARQUES, Ângela. Memórias de quintal. Franco Editora.
-  PATERNO, Semíramis. A história da amizade entre Dona Ornélia e Zé Godó. Franco Editora.

 

 
• Prazo para postagem:
Veja também