O menino que enxergava com o coração

R$ 38,00
ou 3 x R$ 12,67
. Comprar  
Autora e ilustradora: Semíramis Paterno


Um menino que enxergava com o coração e que através de seus amigos compreendeu a segurança, a fortaleza, a gentileza e a solidariedade. Uma história de amizade, cumplicidade e respeito.

 
ISBN: 978-85-7671-258-9
Nº páginas: 32
Formato: 20x20 cm
Idade: 7 a 9 anos
Coleção: 
 


ATIVIDADES SUGERIDAS

 

Temas abordados: amizade, respeito às diferenças.
 

- Discuta com os alunos a questão das diferenças e a importância de conhecer as deficiências para não discriminar.

- Converse sobre as diferenças na natureza e entre as pessoas.

- O que é respeito para você?

- Debata sobre a importância da amizade na vida das pessoas.

- Trabalhe com os órgãos dos sentidos.

- Faça uma experiência de olhos vendados com os alunos, aos pares. Alguns de olhos vendados e outros colegas que passam a ajudá-los. Depois troque os pares.

- Faça, como no livro, um piquenique. Com os olhos vendados, tente saber o que estão comendo, em que lugar estão, quem está ao seu lado. Qual o sabor das coisas, a textura, o tamanho?

- Com os olhos vendados, explore e tente adivinhar, vários objetos, através dos demais sentidos: toque, olfato, paladar, audição.

- Pesquise a vida de Louis Braille, e o método para leitura criado por ele.

- Traga para sala de aula um livro em Braille e deixe que os alunos o toquem.

- Proponha uma pesquisa sobre o mundo dos deficientes visuais (tecnologias, escrita etc.).

- Pesquise a vida de Meir Schneider, que diagnosticado cego aos 7 anos, desenvolveu um método de Auto-Cura (Self-Healing), através de exercícios para os músculos da visão. Muito interessante. Aos 18 anos, ele conseguiu sua carteira de motorista.

- Pesquise as causas da cegueira.

- E se você fosse cego, como seria o seu mundo?

- Pesquise sobre cães que são treinados para auxiliar cegos.

 

- Filmes: 

Vermelho como o céu/2005

Lindo e sensível, conta a história de um garoto que fica cego e é levado para uma instituição. Lá, ele se destaca ao fazer um trabalho de escola com sons gravados.

À primeira vista/ 1999

Recomendado para professores saberem como um cego de nascença se sente e se comporta e é feliz na sua condição. Após uma cirurgia começa a enxergar, mas o mundo que vê, não lhe é agradável e o faz sofrer bastante, tirando-o de seu equilíbrio normal.

 

TEXTOS QUE PODEM AUXILIAR SEU TRABALHO, PROFESSOR:

- RODRIGUES, João. Quer conhecer as diferenças?  Franco Editora.

- ROCHA, Rosângela Vieira. A festa de Tati. Franco Editora.

- VASQUES, Marciano. Rufina. Franco Editora.

 

 

• Prazo para postagem:
Veja também