Cada letra uma aventura

Preço sob consulta
. Comprar  
Autora: Marilene Godinho
Ilustrador: Alberto Pinto
 
De maneira lúdica, Marilene Godinho presenteia seus novos leitores com este livro que, com ilustrações bem-humoradas, se torna um ótimo amigo para os que estão iniciando a aventura pelo mundo fantástico da leitura.
 
ISBN: 978-85-7671-019-6
Nº páginas: 16
Formato: 22,3x15,5 cm
Idade: 4 a 7 anos
Coleção: 
 

 

 

ATIVIDADES SUGERIDAS
 

Temas abordados: lirismo infantil, reflexões bem-humoradas sobre as letras do alfabeto.

 

- As poesias apresentam as letras do alfabeto em contextos em que suas formas (traçados) são exploradas sendo que nem sempre as letras correspondem ao som inicial das ilustrações apresentadas. Explorar com as crianças essa forma de apresentação das letras.

- Após a leitura do livro, utilizar as poesias em jogos de adivinhação sobre as letras do alfabeto (ex: quem tem três dentes afiados, não tem boca nem olho, é um pente engraçado e não tira nem um piolho?).

- Desafiar as crianças a criarem pequenos textos orais sobre a forma das letras, associando-as a outros objetos.

- Brincar com as crianças de outros jogos de adivinhação sobre as letras, por exemplo, explorando linhas retas e curvas: em que letra estou pensando? É uma letra formada somente por uma linha reta (I), é uma letra formada por duas linhas retas que se cruzam (X) etc. Para essa brincadeira é importante que as crianças tenham visível o alfabeto maiúsculo.

- Propor atividade de linguagem plástica em que as crianças são desafiadas a criar desenhos a partir de alguma letra (desenho com interferência).

- Instigar as crianças a brincar com as formas das letras utilizando seus corpos (formar as letras para os amigos verem usando o corpo). É uma brincadeira interessante que explora o valor do trabalho em equipe.

- Trazer para a sala de aula livros ou outros materiais escritos em línguas estrangeiras nas quais as letras são diferentes das nossas (ex: russo, chinês, árabe) para que as crianças percebam que a escrita é uma convenção que precisa ser respeitada para que possamos nos entender.

- Propor às crianças o jogo da “barquinha carregadinha de...” em que alguém inicia dizendo: “lá vai uma barquinha carregadinha de melancia...” e o próximo tem que continuar dizendo algo que se inicie com a mesma letra.

- Apresentar às crianças pintores que criaram quadros utilizando letras, como Paul Klee.

- Criar com as crianças um gráfico sobre as iniciais dos nomes dos colegas. Quantos começam com A, B etc. A partir desse gráfico, muitas atividades de quantificação podem ser criadas.

 

 

TEXTOS QUE PODEM AUXILIAR SEU TRABALHO, PROFESSOR:
- RIBEIRO, Jonas. Coleção Pôr-do-sol ou pôr-da-lua: a escolha é toda sua. Franco Editora.
- GUSMÃO, Marta e Gusmão, Tânia. Coleção de A a Z: só depende de você! Franco Editora.

- Vários autores. Coleção Bambolê. Franco Editora.

 

Veja também