A princesa acelerada

Preço sob consulta
. Comprar  
Autora: Janaína Michalski
Ilustradora: Meri

Esta história não traz respostas, tampouco final feliz. Mas faz pensar e mexe com o coração e com a memória do leitor. Afinal, quem nunca foi parar num Beco do Dragão Gelado? Quem não conhece alguém que, por pouco, não saiu de lá? A princesa acelerada e sua pressa contemporânea podem salvar outras princesas de tropeções. E, quem sabe, ajudá-las a escrever suas histórias com mais suavidade, passo a passo.


 
ISBN: 978-85-7671-292-3
Nº páginas: 16
Formato: 17x25 cm
Idade: 8 a 10 anos
Coleção: 
 

 

 

ATIVIDADES SUGERIDAS


Temas abordados: pressa, curiosidade, aprendizado, recomeço, relações familiares, fantasia.

 

A história pode disparar uma série de questões a serem discutidas com a turma de crianças, algumas passagens oferecem essa possibilidade que pode ser aproveitada conforme a faixa etária da turma:
- A princesa da história vivia correndo, fazendo tudo depressa. Quais as atividades que fazemos em nosso dia a dia; é preciso correr para fazer as coisas? Por quê?;
- Antonella era uma menina e suas amigas esperavam o dia em que virariam princesas e casariam. Quais as atividades das meninas em nosso contexto social? O que as mulheres fazem em nossa sociedade? Existem escolhas para as meninas sobre seu futuro? Discutir os papéis de gênero em nossa sociedade;
- Até comer depressa a princesa comia. O que compõe uma alimentação saudável? Só alimentos saudáveis? A forma de alimentação não faz parte?;
- Recuperar na memória da turma quando aprenderam a ler e escrever. Qual a sensação provocada? O que mudou na vida das crianças? Qual a importância desse saber?;
- Terminar as tarefas ou chegar ao final de um projeto é importante? Será que com a pressa da princesa conseguimos finalizar algo?;
- Faça uma comparação de ritmos musicais. Proponha a interação com músicas de relaxamento e músicas clássicas. Qual a relação entre a música, o corpo e o ambiente?;
- O pai da princesa sempre estava viajando e a mãe nunca tinha tempo pra ela – será que é porque também viviam correndo? Quais os momentos de conversa entre as crianças e seus familiares? Proponha a encenação da história feita pelas crianças para seus familiares;
- Há coisas que fazemos e que não temos resultados imediatos: cultivar plantas, criar animais, culinária. Organize alguma atividade com essa característica com as crianças na escola;
- Saia com a turma pelo entorno da escola, se este for movimentado. Peça que registrem tudo o que virem; depois discuta sobre a mobilidade urbana: como as pessoas se comportam nas ruas, os meios de transportes se deslocam; proponha melhorias;
- Em nosso contexto existem Dragões Gelados? Quem poderiam ser os nossos dragões? Quais perigos enfrentaremos se fizermos as coisas tão depressa, sem olhar em volta e sem parar para pensar?;
- Reflita em grupo sobre “Achou que a vida era feita de esperas”.

 

 

Veja também