Alfinete, o porco-espinho

R$ 42,00
ou 3 x R$ 14,00
. Comprar  
Autora: Lucília Garcez
Ilustradora: Cris Alhadeff

Alfinete é um porco-espinho. Como é difícil aprender a conviver com a pele cheia de espinhos! É preciso ter cuidado para não espetar os amigos, os companheiros de futebol, os colegas da escola... Será que esses espinhos servem para alguma coisa em algum momento?

 
ISBN: 978-85-7671-335-7
Nº páginas: 16
Formato: 24x33 cm
Idade: 6 a 8 anos
Coleção:
 

ATIVIDADES SUGERIDAS

 

            Você já viu um porco-espinho de verdade? E uma foto? Sabe como ele é todo coberto de espinhos, não é? Ah! Mas como é difícil aprender a conviver com a pele cheia de espinhos!!! É preciso ter cuidado para não espetar os amigos, os companheiros de futebol, os colegas da escola... Será que esses espinhos servem para alguma coisa em algum momento?
 

Temas abordados: animais, autoestima, convivência.

 

- Conversar com as crianças sobre os porcos-espinhos: habitat, hábitos e características.

- Como é o porco-espinho Alfinete?

- Por que será que ele tem este nome? Você daria outro nome para ele?

- Descobrir algumas características dos animais que aparecem na história: coelho, capivara, gambá, onça pintada, etc. Organizar um mural com fotos desses animais.

- Alfinete se sentia muito triste por ter o corpo coberto de espinhos e desejava ter nascido coelho. E você, tem vontade de mudar alguma coisa em seu corpo?

- Conversar com as crianças sobre os sentimentos de alegria e tristeza.

- Ressaltar a importância da amizade e das brincadeiras realizadas em grupos.

- Conversar sobre a questão do preconceito. Quais preconceitos nós conhecemos?

- Alfinete gostava de passear sozinho pelo campo perto do riacho. O que você mais gosta de fazer?

- Debater sobre as diferenças observadas na natureza e em sala de aula.

- Alfinete percebeu que, o que ele julgava um defeito – os espinhos – eram, na verdade, uma proteção muito eficaz contra o perigo. Passou, então, a se aceitar como era, vivendo muito mais feliz. Conversar sobre a questão da autoestima, sobre os defeitos e qualidades que todos nós possuímos. Que para os outros nos respeitar, nós, primeiramente, precisamos nos aceitar como realmente somos.

- Trabalhar com a história O patinho feio.

 

TEXTOS QUE PODEM AUXILIAR SEU TRABALHO, PROFESSOR:

- LOURO, Aline. Cada um... é um! Franco Editora.

- VASQUES. Marciano. Rufina. Franco Editora.

- RIBEIRO, Jonas. Mãos tagarelas bocas sorridentes. Franco Editora.

- VIANA, Arievaldo. O patinho feio. Franco Editora.

• Prazo para postagem:
Veja também