Será o cabrito ou será o Benedito? - Estoque reduzido

R$ 1,00
. Comprar  

Autor: Jonas Ribeiro
Ilustradora: Semíramis Paterno

“Será o cabrito ou será o Benedito?” brinca com ditados populares, cacófatos e trava-línguas. Um livro gostoso e divertido que valoriza a cultura popular brasileira e traz à tona expressões como a “morte da bezerra”, “acordar com as galinhas” e “rodar a baiana”. São poesias para ser declamadas, para todo mundo ouvir e curtir.
 
ISBN: 978-85-7671-125-4
Nº de páginas: 24
Formato: 17x25 cm
Idade: 7 a 10 anos
Coleção:

ATIVIDADES SUGERIDAS
 
Temas abordados: brincadeira com palavras, cultura popular.
 
- Converse com os alunos sobre o que é ditado popular
“Ditado popular ou Provérbio é uma sentença de caráter prático e popular, que expressa em forma sucinta, e não raramente figurativa, uma ideia ou pensamento.”
- Apresente aos alunos as poesias, destacando os ditados populares:
Pg. 4 – Poesia: Será o cabrito ou será o Benedito?
Será o Benedito Usado sempre que alguém tem alguma dúvida sobre qualquer coisa.
Pg. 5 – Poesia: Tatu Tino, tatu Túlio e a morte da bezerra
Pensando na morte da bezerra Estar distante, pensativo, alheio a tudo.
Pg. 16 – Poesia: Mala sem alça
Mala sem alça Pessoa chata, inconveniente, que aparece nas horas erradas, implicante.
Pg. 18 – Poesia: Fama de comilão
Entrou mudo e saiu calado
Papagaio come milho, periquito leva fama Essa expressão é usada quando uma pessoa leva a culpa pelo que outra pessoa fez.
Pg. 19 – Poesia: Cara ou coroa?
Sol com chuva casamento de viúva, chuva e sol casamento de espanhol
Pg. 20 – Poesia: As galinhas e os boias-frias
Quem cedo madruga, Deus ajuda Este provérbio teve origem em um fato observado na vida real. Se você acorda cedo e trabalha com afinco e dedicação, acredita-se que você se dará bem na vida. Do contrário poderá não realizar os seus sonhos e desejos.
 - Forneça o conceito de cacófato e exemplifique com as seguintes poesias:
Cacófato - Acontece quando a junção de duas sílabas, uma no final da palavra e outra no início de outra, se encontram e resultam em um novo som, formando outra palavra.
Pg. 10 – Poesia: A vespa assada
Pg. 11 – Poesia: A bela Maristela
 - Trava-línguas podem ser definidos como uma expressão ou frase difícil de pronunciar quando falada rapidamente, devido a aliteração (repetição de sons semelhantes).
Pg. 4 – Poesia: Será o cabrito ou será o Benedito?
Pg. 5 – Poesia: Tatu Tino, tatu Túlio e a morte da bezerra
Pg. 6 – Poesia: O sábio assobio do sabiá
Pg. 7 – Poesia: Duas perguntas
Pg. 8 – Poesia: O Rei, a lei e o frei
Pg. 9 – Poesia: A ladainha da sombrinha
Pg. 17 – Poesia: O bafo do mafagafo
Pg. 19 – Poesia: Cara ou coroa?
Pg. 20 – Poesia: As galinhas e os boias-frias
Pg. 21 – Poesia: Bolinhas
Pg. 22 – Poesia: Dois irmãos roqueiros e duas irmãs retratistas. 
 
TEXTOS QUE PODEM AUXILIAR SEU TRABALHO, PROFESSOR:
- SORRENTI, Neusa. Brejeiros e bagunceiros. Franco Editora.
- LIMA, Claudia Freire. e SLEUTJES, Maria Helena. O baú das piratas poetas. Franco Editora.
- KALUNGA. Vamos brincar de donos do amanhã. Franco Editora.
• Prazo para postagem:
Veja também