O caçador

R$ 35,00
ou 3 x R$ 11,67
. Comprar  
Autora: Ana Lúcia Merege
Ilustradora: Neli Aquino


Em um conhecido conto de fadas, a rainha ordena ao caçador que leve sua enteada para a floresta e a mate, trazendo seu coração como prova. O que teria acontecido com o caçador? O livro inventa uma trajetória para o personagem que participa incidentalmente de vários contos de fadas até encontrar aquele em que irá desempenhar o papel principal.

 
ISBN: 978-85-7671-112-4
Nº páginas: 100
Formato: 14,8x21 cm
Idade: 13 a 15 anos
Coleção: 
 


ATIVIDADES SUGERIDAS

 
Temas abordados: contos de fadas, relações humanas, relação homem/natureza, crescimento pessoal, o primeiro amor.

 

Num conhecido conto de fadas, uma rainha ordena a um caçador que leve sua enteada para a floresta e a mate, trazendo seu coração como prova. Todos sabem o que aconteceu depois, mas... apenas com a rainha e a princesa. O que teria acontecido com o caçador? Partindo desta pergunta, o livro inventa uma trajetória para o personagem, que passa por mil peripécias e participa incidentalmente de vários contos de fadas até encontrar aquele que irá desempenhar o papel principal.

 

 

- Antes da leitura do livro, conversar sobre os contos de fadas. Identificar os mais conhecidos, mesmo em linhas gerais. Conversar sobre as versões em outras linguagens, como o cinema, e chamar a atenção para a existência de múltiplas narrativas, destacando a questão da oralidade versus o registro escrito.

- Após a leitura, discutir sobre o personagem principal. Quem é o caçador? Que pistas existem sobre sua história antes do encontro com a rainha?

- Aprendemos a seguir as normas estabelecidas, porém o caçador desobedeceu à rainha. Discutir sobre a questão da consciência versus o cumprimento de ordens e leis. A quem cabe estabelecer as leis num país? E numa família? Alguém já teve que cumprir uma regra que considere injusta? Discussões em torno desse tema a partir das vivências e da opinião de cada um.

- Comparar a vida do caçador como servo do castelo, como trabalhador na cidade e finalmente na “floresta livre”. Que vantagens e desvantagens havia em cada situação? Ele mudou de atitude ao longo do livro? Que fatores o teriam levado a isso?

- Todas as pessoas ocupam um lugar na sociedade. No caso dos personagens do livro, qual o seu papel? Qual a diferença entre os nobres e as pessoas do povo? Que paralelo podemos encontrar entre os membros dessa sociedade e os da sociedade atual?

- Discutir a situação da mulher na Idade Média: os papéis pré-estabelecidos, as profissões e opções a seu alcance. O que mudou nos dias de hoje e o que permanece igual?

- Conversar sobre as questões ecológicas que surgem na obra como “pano de fundo”. Qual a diferença entre a relação do caçador e a dos outros personagens com a floresta? Há harmonia e respeito nesse relacionamento? Por que, em determinado momento, o caçador se identifica mais com os lobos do que com sua própria espécie?

- Os lobos são animais incompreendidos. Na Europa e na América do Norte, foram caçados até quase a extinção. Levantar histórias e mitos ligados aos lobos e a outros animais, inclusive brasileiros. Discutir questões ligadas à preservação ambiental.

- Estimular os alunos a pensar em outros desenvolvimentos para a história, misturando outros contos de fadas, dando outro final, etc.

- Promover dramatizações, atividades artísticas e de redação com base no livro e nos temas correlatos.

• Prazo para postagem:
Veja também