Betina, a colecionadora

Preço sob consulta
. Comprar  
Autora: Erica Oliveira
Ilustrador: Anttonio Pereira

Rodeada de colecionadores por todos os lados, Betina decide ter também sua própria coleção. Mas essa coleção é um tanto esquisita, e os pais ficam preocupados com o comportamento da menina. Que mania era aquela agora de receber de braços abertos as portas que o mundo lhe fechava?
 
ISBN: 978-85-7671-218-3
Nº páginas: 16
Formato: 17x25 cm
Idade: 8 a 10 anos
Coleção: 

ATIVIDADES SUGERIDAS

 

Temas abordados: frustrações infantis, família, lazer, coleções.

 

- Converse com a turma sobre a família da personagem da história e promova uma troca de ideias sobre a diversidade familiar (quais as famílias existentes entre as crianças da turma, quais as diferentes possibilidades de arranjos familiares).

- Proponha que cada criança escreva sobre suas memórias de alguma idade da vida (em que situações ouviam sim e não; por que acham que recebiam essas respostas: se havia explicação do adulto ou não; em que situações ouviam não e agora ouvem sim).

- Para quais questões ainda recebem como resposta o não, por que acham que recebem essa resposta, como lidam com suas frustrações, será que todas as pessoas adultas recebem sim para suas questões? Como costumam lidar com suas frustrações? Como reagem quando as coisas não acontecem exatamente do jeitinho que eles queriam? Demonstram raiva, agressividade, tristeza? Estimule as crianças a refletirem sobre suas sensações e sentimentos de maneira leve e divertida.

- Proponha que inventem um outro final para a história (uma outra reação da menina para os seus “nãos”);

- Proponha que entrevistem adultos sobre suas infâncias (sobre os “nãos” que recebiam), socialize essas entrevistas (semelhanças e diferenças entre a infância de ontem e de hoje).

- A menina da história lidou de maneira humorada e criativa com suas frustrações. Converse com as crianças sobre o que acham da atitude da menina.

- Converse sobre as atividades da turma fora da escola – o que fazem como lazer, do que brincam, se também fazem coleções, o que colecionam, se podem trazer para a escola;

- Proponha a organização de coleções da turma, que fiquem na sala de aula e que todos participem na organização, podendo haver mais que uma coleção, proponha a votação do que será colecionado.

- Muitas pessoas gostam de fazer coleções; algumas de objetos inusitados. Proponha que as crianças pesquisem sobre o colecionismo (prática que as pessoas têm de guardar, organizar, selecionar, trocar e expor diversos itens por categoria, em função de seus interesses pessoais).

- Ao conversar com a turma sobre as atividades fora da escola, elenque as brincadeiras das crianças, aproveitando para conversar sobre o uso de brinquedos eletrônicos em grande parte do tempo e sobre a importância de outras atividades para o desenvolvimento físico e mental.

- Algumas coleções são feitas com objetos de época, que atualmente não são tanto usados ou que já não existem mais; proponha que conversem com pais e avós sobre que tipo de coleções conheciam quando eram crianças (figurinhas, papéis de carta, caixas de fósforo, chaveiros, discos em vinil, lápis, rótulo de refrigerantes e bebidas).

- Combine visitas culturais em locais nos quais se guardam “grandes coleções” da história da humanidade: museus, bibliotecas, pinacotecas.

 

TEXTO QUE PODE AUXILIAR SEU TRABALHO, PROFESSOR:
 - LEÃO, Liana. O pequeno colecionador. Franco Editora.

Veja também