Bolas, ora bolas

Preço sob consulta
. Comprar  
Autora: Marisélia
Ilustrador: Frederico Braida
 
Se você é “certo da bola” e quer ficar de “bola cheia”, deixe sua imaginação rolar solta entre as bolas, as cores e as rimas deste livro redondinho.

 
ISBN: 978-85-7671-064-6
Nº páginas: 12
Formato: 17,5x12 cm
Idade: 4 a 7 anos
Coleção: Bambolê
 
 


ATIVIDADES SUGERIDAS

 

Temas abordados: jogos de palavras, infância.

 

- Cantar com as crianças e brincar:

“Lá vai a bola de mão em mão

se no fim desta canção

você estiver com a bola na mão

ô, ô, ô depressa pule fora!”

- Confeccionar o mural das bolas (pedir que tragam gravuras que contenham bolas). Explorar as gravuras em sala.

- Cantinho de exposição: “Nossas bolas”. Pedir que tragam de casa (explorá-las, brincar com todas, trocá-las entre si).

- Procurar no próprio corpo e no ambiente formas parecidas com a bola.

- Confeccionar e brincar com bolas de meias. Ouvir a música Bola de meia, bola de gude (Milton Nascimento).

- Amassar crepom e fazer bolinhas de várias cores (separá-las por cor – contar – colar).

- Amassar jornal, passar durex colorido, amarrar lastex, fazer ioiô e brincar. Cantar a música Ioiô (Trem da Alegria).

- Cantar e completar a música com a palavra BOLA (A Foca – Vinícius de Moraes)

“Quer ver a foca

ficar feliz

é por a _____________ no seu nariz...”

- Brincar de: queimada, boliche, pare-bola, chute a gol, bola ao cesto, totó, futebol, bola de gude etc. (Aproveitar as regras para estimular uma boa convivência no dia a dia.)

- Assistir a um jogo de futebol ou de vôlei ou outro: comentar, desenhar, ver regras, “despertar para a cooperação”.

- Ler e ilustrar a poesia de Cecília Meireles “A bola”.

- Comparar bolas (maior, menor, quantidade).

- Brincar de bolhas de sabão (bola).

- Jogo com bola de soprar: (no pátio). Cada criança escolhe uma bola de soprar da cor desejada. Enche e vai jogando ao som de uma música. Ao parar a música juntar por cor. Observar os grupos – quantidade. Qual tem mais, menos ou mesma quantidade?

- Jogo da bola ou bola por cima - bola por baixo. Faz-se uma fila ou duas se desejar competir: a primeira criança passa a bola para a segunda por cima da cabeça, a segunda passa a bola para o terceiro por baixo das pernas e assim por diante...

- A cada parte da história, a criança deverá ganhar uma silhueta (um disco) para pintar de cor e ir mantendo a cena para formar o seu livrinho.

- Entrevista com as pessoas da família para ver o jogo ou brincadeira com bolas de que mais gostavam ou gostam. Fazer um gráfico desses jogos.

- Atenção auditiva.

  • rimas (lugar e cor das bolas) – criar uma rima para a bola preta, criar outras rimas, ouvir “quadrinhos” que rimam.

 - Pluralidade:

-  Quando estou jogando bola com os colegas e ela rola para o meio da rua, o que deve fazer?

-  Se a bola cair no telhado, o que fazer?

-  Se cair na água de um rio ou lago? O que fazer?

-  Se derrubar ou quebrar algum objeto de alguém?

-  Escolher uma das bolinhas de história e continuar contando a história dela. Como é? De quem é? Por onde passa? Onde vai parar? etc.

 

TEXTOS QUE PODEM AUXILIAR SEU TRABALHO, PROFESSOR:
- BORGES, Rosangela. Limpeza na gaveta. Franco Editora.

- BORGES, Iris. Bolas! Quanta bolas! Franco Editora.

- CORREIA, Almir. Bolinhas de pelo. Franco Editora.

- KÓVACS, Anamaria. Quem mora no mar? Franco Editora.

Veja também